Visita Pastoral Missionaria em Capoeiras
 



Durante os dias 09 a 14 de novembro a cidade de Capoeiras que tem suas comunidades localizadas no setor do ateste e outra parte no setor de caatinga, recebeu a visita pastoral do Bispo Diocesano Dom Paulo Jackson.

Com uma agenda intensa nas comunidades Dom Paulo Jackson, pastor da Igreja consegui uma maior aproximação de seus fiéis.
Visita Pastoral é uma ação apostólica, onde o Bispo cumpre a vocação de pastor e segue o exemplo de Jesus Cristo, indo ao encontro do povo. Além de manter uma maior aproximação com os fiéis, padres, esta visita proporciona o diálogo com todos os seguimentos da sociedade.
Dom Paulo foi recepcionado por Mons. José Augusto e Pe. Valdevan, ambos pároco e vigário daquela paróquia participaram fervorosamente dos eventos realizados nas comunidades, com um sentimento de gratidão pela visita do pastor diocesano.
Entre as principais atividades, Dom Paulo realizou momentos de orações e reuniões com as lideranças paroquiais, realizou celebrações eucarística, encontros com as lideranças do município, representantes dos poderes executivo, legislativo e judiciário.
O encerramento aconteceu na Igreja Matriz de São José, às 9h, presidida por Dom Paulo e concelebrada pelo Pe. Pedro Igor reitor do seminário filosófico, pelo pároco, o Mons. José Augusto e pelo vigário paroquial, Pe. Valdevan. Estavam presentes representações paroquiais, membros das comunidades e poderes públicos da cidade de Capoeiras-PE.
Entre as autoridades presentes estava o prefeito eleito daquela cidade (Nego do mercado), que seria empossado naquela dia, por este motivo Dom Paulo Jackson lhe dá uma benção para que o Espírito santo o conduza na administração da cidade de Capoeiras-PE.
No fim da celebração, foram apresentados ao Bispo diocesano três presentes em forma de ação concreta: o primeiro foi a adesão de mais de 100 famílias à OVS; depois a construção de uma casa, por intermédio do conselho paroquial, para uma família carente da Comunidade Nossa Senhora da Apresentação, do Sítio Serra Verde; por fim,  no dia dos pobres, a partilha de um almoço para 400 pessoas carentes na qual Dom Paulo teve a alegria de participar.

 
Indique a um amigo