Orientações práticas para reabertura das Igrejas aos fiéis
 

DIOCESE DE GARANHUNS

ORIENTAÇÕES PRÁTICAS REABERTURA DAS IGREJAS AOS FIÉIS

 

O Governo do Estado de Pernambuco autorizou a reabertura gradual das igrejas, santuários e capelas, no Agreste, com a possibilidade de participação de fiéis. A Diocese de Garanhuns, como comunicado, decidiu que o fará no próximo dia primeiro de agosto, quando acontecerá a Missa dos Santos Óleos, na Catedral, com a presença do Clero Diocesano e representações das seis paróquias da cidade de Garanhuns.Para guiar o processo\r\nde reabertura, damos as seguintes orientações:

1.  Capacidade: No que concerne ao número de fiéis, nas celebrações de quaisquer sacramentos ou sacramentais devem obedecer ao máximo de 30% da capacidade do templo.

2.  Grupos de risco: Pessoas idosas, gestantes, pessoas com doenças crônicas ou comorbidades e crianças ate 10 anos ainda devem acompanhar a celebração pelos meios de comunicação social. Os sacerdotes e diáconos que são do grupo de risco tenham também especial atenção. 

3.    Horários de Missa: Onde for possível, aumente-se quantidade de Celebrações Eucarísticas, especialmente no sábado e no domingo. Dê-se boa publicidade a esses novos horários.

4.    Agendamento: Cada paróquia, santuário capela tem liberdade de organizar o seu critério de agendamento, podendo-se, para isso, disponibilizar algum número telefônico. Atente-se para que não sejam as mesmas pessoas a terem acesso sempre ás celebrações.

5.   Equipes: Organizem-se equipes de acolhida e de higienização dos templos, antes e depois de cada celebração.

6.   Ventilação: Onde for possível, de-se prioridade as celebrações campais ou em lugares mais abertos. Nos templos, as janelas devem estar sempre abertas.

7.   Termômetro: Na entrada de cada templo, haja alguém medindo a temperatura de cada participante da celebração. Não se permite a entrada de alguém em estado febril.

8.   Máscara: O uso de máscara é obrigatório durante a celebração, exceto para o presidente, para aquele que vai proclamar Evangelho, naquele momento, e na distribuição da Eucaristia, para os que vão recebê-la

9.   Higienização das mãos: Antes de sair de casa, o fiel deve lavar bem as suas mãos com água e sabão. Na igreja, facilite-se o uso dos banheiros, com água, sabão e papel toalha. Disponibilize-se álcool 70% em todas as entradas da igreja. Cada pessoa, inclusive, pode criar o hábito de sempre levar álcool em gel consigo. Também os ministros, ordenados ou não, lavem bem as mãos antes da celebração e

 
Indique a um amigo