Expandir sua atuação em Pernambuco é o desejo da Pastoral da Criança
Crédito da foto - CNBB

O ano de 2020 será de intensificação das ações da Pastoral da Criança na Província Eclesiástica de Pernambuco. O objetivo é expandir o total de assistidos, que atualmente é de cerca de 84 mil meninos e meninas, a partir da ampliação do número de líderes voluntários que hoje chega a quase 8.500 em todo o Estado.

\r\n

Esses destaques do planejamento da Pastoral da Criança foram definidos na assembleia estadual realizada entre os dias 11 e 14, em Porto de Galinhas, cidade do Ipojuca (PE). O encontro reuniu agentes de todas as dioceses da província pernambucana também para avaliar o trabalho em 2019 e indicar a nova coordenação.

\r\n

“Nossa estratégia será aumentar a realização de capacitações e de mutirões para atrair novos agentes dispostos a contribuir com o desenvolvimento infantil”, afirmou a coordenadora da Pastoral da Criança em Pernambuco, Tânia Chaves.

\r\n

Ainda de acordo com a coordenadora, a Pastoral da Criança pretende fortalecer o acompanhamento nutricional. Para isso, uma das prioridades será a otimização do uso dos estadiômetros – aparelhos utilizados para fazer a avaliação física dos beneficiários de maneira mais rápida e eficiente.

\r\n

“Um equipamento deverá ser utilizado por três ou quatro comunidades. Como a aquisição de novos estadiômetros representa um custo alto para a coordenação nacional, em nossa província eclesiástica vamos privilegiar as áreas que ainda não tiveram acesso a esses aparelhos”, explicou Tânia.

\r\n

Aplicativo
\r\n

Como ponto positivo do ano que passou, a Pastoral da Criança comemorou o aumento da adesão dos líderes ao aplicativo de visita domiciliar. Atualmente, 660 já utilizam a plataforma para acompanhar as famílias, sendo a Arquidiocese de Olinda e Recife a segunda do Brasil com o maior número de usuários.

\r\n

O App, segundo Tânia, substitui o caderno do líder, onde os agentes fazem todo o registro de forma manual e depois precisam enviar ao banco de dados da coordenação nacional da pastoral, em Curitiba. A ferramenta, lançada em 2015, faz esse serviço e ainda oferece as orientações que devem ser repassadas para as famílias de acordo com a faixa etária da criança.

\r\n
Lista tríplice
\r\n

Durante a assembleia, os agentes da Pastoral da Criança votaram para indicar a coordenação do grupo. Com os três nomes mais votados foi formada uma lista tríplice.

\r\n

A relação foi enviada ao bispo referencial da pastoral, dom Bernardino Marchió, que deverá escolher e divulgar no nome em breve.

\r\n
CF e CEN
\r\n

A assembleia da Pastoral da Criança em Pernambuco teve toda sua programação inspirada no tema da Campanha da Fraternidade 2020 “Fraternidade e vida: dom e compromisso”. O assunto escolhido para a vivência quaresmal deste ano norteou os momentos de formação das lideranças.

\r\n

O Congresso Eucarístico Nacional (CEN2020) também foi assunto da assembleia. O tema “Pão em todas as mesas”, assim como os detalhes da programação que já estão definidos foram apresentados aos agentes da Pastoral da Criança, pelo secretário-geral do evento, o monsenhor José Albérico Bezerra.

\r\n

A Pastoral da Criança integra a Comissão Regional Pastoral para a Ação Sociotransformadora da CNBB Nordeste 2, que tem como presidente o bispo auxiliar da Arquidiocese de Olinda e Recife, dom Limacêdo Antônio da Silva.


 Texto: CNBB NE2
 
Indique a um amigo